Energia solar em condomínios: vale realmente a pena investir?

Energia solar em condomínios

Seus condôminos vivem questionando os aumentos na conta de luz?

Ter que lidar com essa cobrança, especialmente quando o problema vem das tarifas abusivas e aumentos de bandeira, além de desgastante, pode se tornar um problema futuro.

Mesmo que você apresente soluções em toda assembleia ou reunião de condomínio, a dependência da companhia de energia continua, mas, felizmente, há uma saída.

Investir em um sistema fotovoltaico, além de ser ecologicamente correto, te ajuda a reduzir até 95% da conta no fim do mês e é muito mais fácil e prático do que você imagina.

Mas será que vale realmente a pena investir em um sistema solar no meu condomínio?

Se ficou curioso e quer entender mais sobre essa solução, continue a leitura!

Os benefícios em ter uma usina solar de energia solar em condomínios

Redução dos custos mensais

A principal vantagem é a redução dos custos mensais utilizando a energia solar em condomínios, que podem chegar em até 95% do valor da conta.

Sendo assim, se o seu prédio paga R$ 8.000 mensais com energia, o valor cairá para R$ 400,00 e o dinheiro economizado poderá ser usado para investimentos ou até mesmo para pagar as parcelas do sistema.

 

Retorno do investimento

Primeiramente é preciso entender que um sistema solar não é um gasto e sim um investimento, já que o valor será retornado para o bolso dos moradores, além de gerar frutos futuros.

Em média, o tempo de retorno de investimento para sistemas solares em condomínios gira em torno de 4 a 5 anos, ainda com o benefício de poder usar a própria economia para pagar as parcelas.

Sendo assim, o próprio investimento se paga e o seu condomínio vai poder usufruir de energia de graça por pelo menos mais 20 anos.

 

Valorização do edifício ou imóveis

É só dar uma olhada nos anúncios imobiliários. Imóveis e edifícios que possuem geração própria de energia, através de um sistema solar, são muito mais valorizados do que imóveis que ainda dependem da rede pública.

Logo, essa é uma forma de aumentar o valor de venda ou aluguel de imóveis ou apartamentos, acrescentar um diferencial no seu condomínio e valorizá-lo como um todo.

 

Créditos energéticos

Além da economia e dos benefícios citados acima que você pode obter com energia solar em condomínios, um sistema solar produz créditos energéticos a partir do excedente produzido e não usado.

Essa é uma troca realizada com a companhia de energia e os seus créditos podem ser usados nos 60 meses seguintes como forma de abater ainda mais o valor da conta ou suprir o consumo em períodos de maior demanda.

Esse é um dos melhores benefícios para os moradores, uma vez que em meses com maior consumo de energia, como no período de verão ou durante crises hídricas, a conta não aumenta devido aos créditos que vão compensar o consumo ou aumento na tarifa da bandeira.

Os créditos de energia solar realmente dão desconto na conta?

 

Como a distribuição é feita?

Geração compartilhada para as áreas comuns do condomínio

Nesse tipo de distribuição, a geração de energia é revertida para o abatimento da demanda energética das áreas comuns do prédio.

Espaços como o elevador, piscina, portaria, salão de festas, playground, sala de jogos, sauna, academia e etc são responsáveis pela maior parte do valor da conta, que é dividido mensalmente entre os condôminos.

Com a luz do sol suprindo toda essa demanda, o valor da conta cai drasticamente e você não precisa mais ter que lidar com os questionamentos dos moradores.

 

Geração destinada à múltiplas unidades consumidoras

Já a geração para as unidades consumidoras vai distribuir a energia igualmente e de forma individualizada entre as casas e apartamentos do condomínio.

Dessa forma, cada unidade recebe uma parcela da geração e economiza um bom valor todos os meses.

Vale a pena lembrar que isso deve ser decidido em assembleia e, se preciso, assinado um termo ou contrato de comum acordo.

 

Atenção às leis vigentes para distribuição de energia.

Outro ponto importante é que já existem leis de geração distribuída que precisam ser seguidas.

Caso necessário, procure orientação jurídica para compreender melhor os trâmites necessários para a homologação.

 

Se você se interessou nessa solução, saiba que existem dezenas de linhas de financiamento e incentivos do governo com aporte financeiro em diversos condomínios que viabilizam a queda nos custos dos equipamentos e facilitam seu investimento.

É difícil financiar energia solar no Brasil?

 

Quer saber quanto custa instalar energia solar no seu condomínio?

 

 

 

Energia solar: a maior aliada do agroprodutor em tempos de crise
Absolar prevê 2022 como o melhor ano da energia solar no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

SOLICITE UM ORÇAMENTO

Agora que você conhece os benefícios da energia solar fotovoltaica, solicite agora um orçamento grátis.

Menu